O primeiro Rotary de Campinas a aceitar Mulheres!

malu bressane

Por que sou uma rotariana?

Desde criança faço trabalho voluntário, tendo inclusive, menina ainda,  feito parte do “Clube da Caneca” em Campinas, coordenado por muitos anos pela nossa saudosa e querida companheira Antonia Zogaeb.  Conheci o Rotary International através de meu antigo sócio, Luiz Augusto Baggio, na década de 80. Ele era sócio do Rotary Club de Campinas Cambui. Passei a ler a revista e outras informações trazidas por ele e fiquei apaixonada pela organização. No entanto, ele me disse, naquela ocasião,  que o Rotary não admitia mulheres em seus quadros. Fiquei inconformada. Como uma organização de mentes tão oxigenadas não admitia mulheres?? Sem dúvida, desde 1905, o contexto social havia mudado, significativamente, com a inclusão da mulher no mercado de trabalho e maior acesso ao estudo. Portanto, como o Rotary não tinha acompanhado essa evolução?

Assim, passei a acompanhar o resultado das deliberações do Conselho de Legislação do Rotary e quando, finalmente, em 1º de julho de 1989, o ingresso de mulheres foi aprovado, eu solicitei que meu sócio me indicasse ao seu clube. No entanto, os clubes de Campinas estavam resistentes e, segundo, meu sócio, essa era uma prerrogativa de cada clube, ou seja, nenhum clube de Campinas admitia mulheres em seus quadros. Um dia, ele me convidou para almoçar e me levou para conhecer um clube recém fundado em Campinas, o qual já nasceu misto, admitindo homens e mulheres, era o nosso querido Rotary Club de Campinas Carlos Gomes e estávamos no ano de 1992.  Aqui, encontrei o Nelson Barthelson, dentista de minha família de longa data,  ele me recebeu de braços abertos, tornando-se meu padrinho. Desde então, minha paixão pelo Rotary só aumenta. É bem verdade que ainda não é fácil ser mulher no Rotary, aqui em Campinas, dentro os 11 clubes existentes, um deles ainda mantem a proibição de mulheres em seus quadros e assim, também, alguns outros clubes do Distrito 4590. Lamentável, pois o ingresso de mulheres só veio somar ao Rotary. Fui Presidente por 2 gestões, nas quais, respectivamente, fundamos o Rotaract Club de Campinas Universitário e o Interact Club de Campinas Jovens em Ação. Assumi vários cargos distritais, sendo os principais, como Coordenadora Distrital de Rotaract e Governadora Assistente por 3 gestões. Atualmente, o nosso clube é presidido pelo meu filho, Rafael Bressane Alves, que veio do Rotaract e hoje faz uma profícua gestão. Tenho muito orgulho de pertencer à família rotária e nela inserir as novas gerações de minha família biológica.

 

Malú Bressane
Rotary Club de Campinas Carlos Gomes


logo o rotary abre oportunidades

© Rotary International - Rotary Clube de Campinas Carlos Gomes - desenvolvido por Henrique Carmine. All Rights Reserved.
Free Joomla! templates by Engine Templates | Documentation